Publicidade
MidiaFlex
Publicidade
Eleição para diretores de escola municipais em Dourados e o fim do direito à reeleição
No segundo ano da primeira administração do prefeito Tetila a Câmara de Vereadores aprovou uma lei que garantiu a eleicão direta para diretores de escolas. Em outubro de 2008, no último ano do segundo mandato de Tetila, os vereadores alteraram a lei que até então permitia apenas uma reeleição para os diretores.


Com esta alteração a partir de 2008 os diretores de escolas passaram a ter o direito de se reelegeram quantas vezes fossem possível.



Durante o mandato do prefeito Murilo Zauith foi exinta a eleição para dirigentes dos Centros de Educação Infantil que passaram a ser nomeados pelo Poder Executivo.



Enquanto isso nas quase quarenta escolas da Rede Municipal, a comunidade continiou a exercer o direito do voto. Acontece que varios diretores já estao no cargo há vários e vários anos. De tanta democracia parece que a Monarquia foi instalada nas escolas.



No meio do ano devem acontecer novas eleições para diretores e ai fica uma pergunta: Não está na hora de alterar a lei e limitar a reeleição a apenas dois mandatos, como era no início????



 


Envie seu Comentário

Publicidade
Olho Magico
or outro, há também uma crítica à mentalidade adotada pelos players do segmento, tanto os hoteleiros, quanto intermediários de não enxergarem uns aos outros como parceiros de um mesmo setor.
Publicidade
Publicidade