Publicidade
MidiaFlex
Publicidade
DOURADOS: Câmara apoia Aduems na ampliação orçamentária da Universidade Estadual
...


 



Durante a sessão ordinária desta segunda-feira (20), o presidente da Associação de Docentes da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, (Aduems) André Martins Barbosa, ocupou a tribuna da Casa de Leis, para falar sobre a situação econômica da UEMS. Na ocasião, ele discorreu ainda sobre a audiência pública “Orçamento público e função social da UEMS”, que acontece no dia 28 de novembro, com o objetivo de debater os problemas de infraestrutura e recursos enfrentados pela universidade.



De acordo com André Martins, em 2017 foram destinados R$ 207 milhões, somando os aditivos, para a UEMS , porém o valor é insuficiente para manter as atividades de ensino, pesquisa e extensão dos 15 campus da universidade. “Dourados está sendo brutalmente atacada com estes cortes, porque têm quase 50% de todo o efetivo”, comentou.



O presidente da associação ainda apontou que uma emenda coletiva está sendo proposta para que seja modificado o orçamento proposto, passando para R$ 252 milhões anuais. André ainda ressaltou que a universidade recebe repasse de R$ 12 milhões mensais, porém o valor deveria ser de, no mínimo, R$ 16 milhões, para que todas as atividades sejam mantidas. “Nós contamos com os senhores para nos ajudar nesta luta”, ressaltou André.



O vice-presidente da Casa de Leis, Sergio Nogueira (PSDB), afirmou que os 19 vereadores apoiam a causa da universidade, lembrando que é necessário discutir sobre o financiamento da educação no Estado, para garantir um futuro digno para a população.



“Essa luta não é somente sua, mas é nossa. Nos somamos a eles, para que, enquanto vereadores, cheguemos até o governador para então, encontrarmos uma solução”, comentou Sergio Nogueira. “Colocamos-nos totalmente a disposição para levantarmos esta bandeira”, completou.



A Audiência pública será realizada na sexta-feira (24), às 13h30, no auditório do curso de agronomia da UFGD, localizado no Campus Unidade I.



Tribuna Livre



Em continuidade aos trabalhos, ao usar a tribuna livre, o vereador Cido Medeiros (DEM) requereu patrolamento, cascalhamento, compactação do solo e roçada de matagais nos Jardins Laranja Doce, Ayde e Pelicano.



Já Bebeto pediu à prefeita Delia Razuk (PR) a implantação de um semáforo na Rua Albertina de Matos Pereira, cruzamento com a Avenida Marcelino Pires. Também estudos visando o reaproveitamento do local onde era sediado a Patrulha Mirim, no Bairro João Paulo II.



O vereador Idenor Machado (PSDB) pediu a recuperação da Rua 20 de Dezembro, no Jardim Água Boa, da Rua Ramona da Silva Pedroso, na Vila Industrial, e também da Praça do Parque Alvorada.



O vereador Silas Zanata (PPS) solicitou providências sobre a realização do patrolamento e cascalhamento nos travessões Paloma, Barroso e Barbosa, no distrito de Guaçu. Ainda requereu a implantação de placas de grama para manutenção do campo de futebol do distrito de Macaúba.



Junior Rodrigues (PR) requereu pintura de sinalização das lombadas na Rua Manoel Rasselem, informações sobre a possibilidade do aumentado da linha de ônibus no Jardim Guaicurus e Dioclécio Artuzi, ligando o bairro ao centro da cidade, e a construção de poço artesiano no cemitério do distrito de Itahum.



 

Envie seu Comentário

Publicidade
Olho Magico
Poderia começar este artigo listando um bom número de companhias que eram líderes em seus segmentos de atuação, mas por não acompanharem as expectativas e mudanças da sociedade, simplesmente deixaram de existir. Afinal, de música e filmes, por exemplo, as pessoas sempre vão gostar.
Publicidade
Foto Materia
O Brasil passa por grandes problemas políticos, econômicos e sociais, como nunca se viu em toda sua história.
Publicidade