Publicidade
MidiaFlex
Publicidade
Saúde da Mulher em Dourados registra aumento dos atendimentos
...


A Prefeitura de Dourados, através da Secretaria Municipal de Saúde, divulgou dados relativos ao atendimento no Pronto Atendimento Médico (PAM) e Clínica da Mulher recentemente com aumento considerável da cobertura. Segundo a SEMS, o PAM aumentou 125% o número de atendimentos entre janeiro e outubro deste ano, comparado com 2016, e a Clínica da Mulher conquistou 75% mais atendimentos na média de três meses (agosto a outubro), comparado com o atendimento em julho.





A prefeita Délia Razuk destacou o avanço que materializa o compromisso com os usuários do sistema em Dourados e reforçou que é este o objetivo da administração. “Temos que trabalhar para melhorar as coisas. Muita gente espera ações pirotécnicas, mas é no dia a dia que vemos quem realmente se preocupa. Aumentar atendimentos é diminuir filas. Temos muito a fazer, e vamos fazer”, disse.



De janeiro a outubro de 2016, o PAM havia procedido com 49 mil atendimentos, ou uma média mensal de 4,9 mil. Este ano, foram 104 mil atendimentos registrados, com aumento de 55 mil registros, mais do que o dobro. A informação toma proporção ainda maior se considerada a situação que a administração enfrenta com a estrutura do PAM. Com articulações recentes, a prefeita Délia conquistou ajuda de parlamentares para angariar recursos e a reforma do local vai sair, o que deve alavancar ainda mais este atendimento.



Já a Clínica da Mulher, que atendeu 1900 procedimentos em julho deste ano, passou a atender 3245 em agosto, 3000 em setembro e 3715 em outubro, formando a média trimestral de 3320 atendimentos. Se levada em consideração esta média, o aumento é de 75% comparando com julho. Mas se comparar julho com outubro, o mês com mais atendimentos registrados (3715), o aumento é de 95%.



A melhoria na cobertura dos dois pontos de atendimento em saúde se dá, segundo o secretário Renato Vidigal, principalmente pela instituição do Núcleo Interno de Regulação (NIR) nos espaços da rede, com o principal objetivo de entrar em contato com o paciente. “O NIR é um mecanismo que a atual administração implantou que visa aproximar as pessoas e humanizar o atendimento. Isto acontece com ligações para os pacientes antes da consulta para confirmarem o atendimento, com a confirmação do atendimento no Sistema de Regulação e com a elaboração de planilhas com atendimento realizado por cada profissional. É gestão de pessoas”, explicou Vidigal.



Com a implantação do NIR, segundo o secretário, a Secretaria de Saúde diminui a falta de pacientes nos atendimentos. Estas faltas em algumas especialidades como a ultrassonografia, por exemplo, chegava a 60%, ou seja, a cada 10 procedimentos, em seis os pacientes não compareciam.



“Para que tudo isto ocorra é importante conscientizar o usuário da necessidade de manter atualizado o Cartão SUS e telefone de contato para que possamos diminuir mais ainda o número de faltas”, disse. A Secretaria de Saúde também tem solicitado que o paciente, caso não consiga comparecer ao atendimento, avise a unidade de saúde para a vaga seja ofertada a outra pessoa.



A Secretaria de Saúde destaca também a condução séria dos relacionamentos profissionais com a fiscalização correta de metas e de finalidade dos atendimentos. Com a melhor gerência, todos os profissionais de saúde tem se sentido mais amparados para potencializar suas atividades.


Envie seu Comentário

Publicidade
Olho Magico
Tempos duros, estes. Além do permanente e sistemático ataque aos direitos dos trabalhadores, agora a moda é o ataque ao conhecimento. Depois da arte, dos museus, a ofensiva atual é contra a universidade pública.
Publicidade
Foto Materia
Continuariam com foro especial apenas o presidente e o vice-presidente da República, o chefe do Judiciário, e os presidentes da Câmara e do Senado
Publicidade