Publicidade
MidiaFlex
Publicidade
Instiuto Semar apresenta relatório de açoes sociais à prefeita de Dourados
...


A prefeita Délia Razuk recebeu na manhã desta terça-feira (09), representantes do Instituto Semear e conheceu as ações realizadas pela equipe em Vila Vargas e região, tendo como foco crianças em situação de vulnerabilidade social. O vereador Olavo Sul acompanhou o grupo.





Conforme o diretor do instituto, Elias Ferreira da Silva, a equipe conta com voluntários que se unem para realizar atividades culturais, de lazer e de cunho social para cerca de 700 crianças.



“Mobilizamo-nos em especial em datas comemorativas como Páscoa, Dia das Crianças e Natal, para levar alegria a essa criançada humilde e temos trabalhado para ampliar as atividades”, conta.



Ele cita que neste mês terá início uma escolhinha de futebol de salão para as crianças, com treinos da quadra poliesportiva central de Vila Vargas.



A prefeita elogiou as ações e colocou o Executivo à disposição para contribuir, conforme possível, dentro do intuito da administração, de levar cultura, esporte e lazer para crianças dos distritos, bem como prestar apoio a instituições que desenvolvam tais trabalhos.



Os representantes solicitaram, via ofício, a cessão de um prédio municipal situado na rua Fradique Corrêa, para abrigar a sede do instituto, que atualmente funciona na residência de um dos voluntários.



A prefeita se comprometeu a analisar o pedido juntamente com sua equipe, tendo em vista auxiliar o trabalho voluntário. “Sabemos da importância dessas ações, nossas crianças precisam deste acolhimento. Ficaremos muito gratos em poder contribuir, vamos analisar as possibilidades dentro da legalidade e viabilidade”, pontuou Délia.  


Envie seu Comentário

Publicidade
Olho Magico
A visita ao setor de traumatologia também seria fundamental, porque é ali que estão muitos cidadãos e cidadãs vítimas de acidentes e a maioria provocados por negligência própria, no trânsito principalmente.
Publicidade
Foto Materia
Fui gerada através desse amor profundo, vivo porque eles se amaram, esperaram por mim, com esperança e aflições..
Publicidade