Publicidade
MidiaFlex
Publicidade
Anjos do Brasil recebe projetos de empreendedores
...


Agência FAPESP – A Anjos do Brasil está recebendo projetos de empreendedores. A rede de investidores é uma organização sem fins lucrativos com a missão de fomento ao investimento-anjo e apoio ao empreendedorismo de inovação brasileiro.



Os empreendedores cujos projetos forem selecionados receberão investimento de R$ 50 mil e R$ 700 mil e serão convidados para encontros presenciais com investidores-anjo, durante os meses de abril e maio de 2018, no Rio de Janeiro, São Paulo e Bahia. Em junho, será em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul.



O investimento-anjo é o investimento efetuado por pessoas físicas com seu capital próprio em empresas nascentes com alto potencial de crescimento. O investidor tem normalmente uma participação minoritária no negócio e não tem posição executiva na empresa, mas apoia o empreendedor atuando como mentor ou conselheiro.



Para poder receber um investimento-anjo, a empresa deve ter faturamento abaixo de R$ 1 milhão e apresentar algum tipo de inovação. A inovação pode ser no produto, serviço, no processo de fabricação, no modelo de negócio ou na forma de comercialização. Além disso, é esperado que a empresa tenha capacidade de crescimento sem um aumento significativo dos custos.



Outro ponto importante é que os empreendedores precisam ter uma previsão de portfólio de produtos ou serviços para atender o mercado-alvo. A Anjos do Brasil aceita projetos que estejam tanto na fase pré-operacional, desde que já possuam uma prova de conceito ou protótipo, quanto operacional.



As empresas interessadas em se candidatar a financiamento devem se inscrever pelo site da Anjos do Brasil, por onde podem se inscrever também investidores. As inscrições estão abertas a investidores de todo o Brasil bem como internacionais, os quais receberão oportunidades de negócios.



Mais informações: www.anjosdobrasil.net/submeter-projetos.html


Envie seu Comentário

Publicidade
Olho Magico
Há um bom tempo a agricultura familiar vem desempenhando papel de destaque na economia do Brasil e abastecendo as mesas de grande parte da população.
Publicidade
Foto Materia
De acordo com Moka, as conversas entre Brasil, Argentina, Chile e Paraguai estão acontecendo regularmente, o que ajudam a resolver pequenas pendências e acelerar o projeto
Publicidade