Publicidade
MidiaFlex
Publicidade
Felipe Azuma representa o interior de MS na direção da Seccional OAB
...


 



Ex-presidente da Subseção de Dourados foi escolhido como pré-candidato a vice-presidente na chapa encabeçada pelo advogado Jully Heyder, um dos organizadores do movimento Tempo de Ordem   



O advogado Felipe Cazuo Azuma, ex-presidente da 4ª Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil em Dourados/Itaporã vai representar o interior de Mato Grosso do Sul na direção de Seccional da OAB. Um dos profissionais mais conceituados em todo o Estado, com uma gigantesca folha de serviços prestados em favor da advocacia, Felipe Azuma foi convidado pelo advogado Jully Heyder, depois de um consenso entre dezenas de advogados do grupo, para ser vice-presidente na chapa do Movimento Tempo de Ordem, que pretende promover uma verdadeira revolução na Seccional de Mato Grosso do Sul.



Felipe Azuma foi graduado em Direito pelo Centro Universitário da Grande Dourados em 2000 e, desde então, não parou de trabalhar pelo fortalecimento da advocacia sul-mato-grossense. Especialista em Direito Penal e Criminologia pelo Instituto de Criminologia e Política Criminal (ICPC) e Universidade Federal do Paraná (UFPR). Atualmente Felipe Azuma é professor do Centro Universitário da Grande Dourados, onde tem o reconhecimento de todo meio acadêmico pela paixão com a qual defende não apenas o Direito, mas, sobretudo, os novos advogados que estão iniciando na carreira jurídica.



Líder do Movimento Tempo de Ordem, Jully Heyder, que e pré-candidato à presidência da Seccional, ressalta que a escolha Felipe Azuma como seu vice é fruto da vontade dos advogados do Movimento Tempo de Ordem em dar um protagonismo à advocacia do interior de Mato Grosso do Sul, bem como porque poucos profissionais representam tão bem a advocacia do interior quanto o ex-presidente da 4ª Subseção Dourados/Itaporã. “O Felipe é um defensor intransigente do fortalecimento da Ordem, da descentralização das decisões da Seccional, das prerrogativas dos advogados e, sobretudo, da abertura de espaços para os novos advogados que entram todos os anos no mercado, de forma que representará não apenas Dourados e Itaporã, mas todo o interior de MS”, ressalta Jully Heyder.



Já Felipe Azuma, ressalta que aceitou o convite para ser pré-candidato a vice-presidente da Seccional de Mato Grosso do Sul por entender a importância da advocacia do interior do Estado estar representada no comando estadual da Ordem dos Advogados do Brasil. “Além disso, comungo dos ideais do Movimento Tempo de Ordem, formado por advogados e advogadas que têm orgulho de sua profissão, e concordam que precisamos debater a advocacia sob o prisma pelo qual ela foi criada, qual seja, para a efetiva defesa do Estado Democrático de Direito e pelo fortalecimento da nossa profissão”, enfatiza Felipe Azuma.



Ele ressalta que o Movimento Tempo de Ordem defende, entre outras coisas, a luta por mais transparência da OAB, a valorização dos advogados, a defesa pela melhoria da remuneração dos profissionais, a contribuição para a inserção do novo advogado no mercado de trabalho e a democratização da OAB/MS. “Alguns pontos da nossa Carta de Princípios são o emprego adequado de recursos com prestação de contas e transparência; a valorização da imagem e resgate do valor da profissão; o debater o funcionamento do Poder Judiciário e propor melhorias para agilizar a prestação de serviços aos cidadãos e advogados; a responsabilização criminal do desrespeito às prerrogativas da advocacia; a defesa dos direitos fundamentais e das garantias processuais do indivíduo; recobrar o assento da OAB nas mesas de debates de temas em defesa da sociedade e a contribuição para a inserção do novo advogado no mercado de trabalho e debater o ensino jurídico”, finaliza.



A Carta de Princípios do Movimento Tempo de Ordem ressalta que a advocacia está em crise e que essa é a dura realidade enfrentada diariamente por advogados e advogadas em razão das graves, constantes e impunes violações às suas prerrogativas. “Entrementes, nosso órgão de representação – a OAB – tanto em nível federal, quanto no estadual, permanece inerte, sem nenhuma proposta concreta para enfrentamento desse problema, fazendo nascer entre todos uma sensação de desesperança no futuro das nossas Instituições, inclusive do próprio Poder Judiciário. É preciso reagir”, convoca o Movimento Tempo de Ordem. “É nisto que acredito e será por isso que irei lutar durante meu mandato como vice-presidente da Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil”, finaliza Felipe Azuma.





– Os advogados Jully Heyder e Felipe Azuma, pré-candidatos a presidente e vice da Seccional de Mato Grosso do Sul da Ordem dos Advogados do Brasil



 


Envie seu Comentário

Publicidade
Olho Magico
A visita ao setor de traumatologia também seria fundamental, porque é ali que estão muitos cidadãos e cidadãs vítimas de acidentes e a maioria provocados por negligência própria, no trânsito principalmente.
Publicidade
Foto Materia
Fui gerada através desse amor profundo, vivo porque eles se amaram, esperaram por mim, com esperança e aflições..
Publicidade