Publicidade
MidiaFlex
Publicidade
"Cada centavo que entrar no caixa será para pagar salário de servidores", diz Délia Razuk
"Temos certeza que a crise vai passar, os investimentos aparecerão e os salários serão pagos em dia", diz Delia.


www.douradosnews.com.br








Délia Razuk garante que priorizará o servidor público - Crédito: Arquivo/Dourados News



 



A prefeita Délia Razuk afirmou que a administração pública é feita com o esforço de cada servidor público, quer na educação, na saúde, na limpeza da cidade ou em quaisquer outros setores. 



Para Délia o salário é uma coisa sagrada para quem trabalha e por isso afirmou que está preocupada com a crise financeira que assola o município deste o início do seu mandato e ao contrário do que dizem seus adversários está se esforçando para que o município volte a crescer e a economia se estabilize.



A prefeita afirmou que determinou ao secretário de Fazenda que priorize o pagamento dos salários dos servidores. "Cada centavo que entra nos cofres públicos é juntado para pagar salários", disse Délia ao dar como exemplo uma mãe de família que economiza em tudo para que não falte nada aos seus filhos. 



"Desde o início da nossa administração estamos dialogando com o povo e com os sindicatos de servidores. Será necessário mais um pouco de paciência e, podem ter certeza, que vamos colocar as finanças em ordem e o pagamento de salário em dia voltará ao normal", explicou Délia.



"Só um irresponsável para pagar seus funcionários depois do quinto dia útil com dinheiro em caixa", disse a prefeita afirmando que sabe das dificuldades que as famílias dos mais de seis mil servidores passam quando atrasa um dia que seja o pagamento dos salários. 



"Insistimos em pedir a compreensão dos servidores porque a crise que assola os municípios ainda é grande em todo o País", diz Délia ao lembrar que a Administração Municipal trabalha de forma transparente e que todas as contas públicas estão abertas ao acesso do cidadão através do Portal da Transparência.



"Temos certeza que a crise vai passar, os investimentos aparecerão e os salários serão pagos em dia", finaliza a prefeita.




 


Envie seu Comentário

Publicidade
Olho Magico
O ciclo de quedas tem como principal objetivo estimular a retomada da economia. Considerando que houve dois anos consecutivos de queda, percebemos que mesmo que o Produto Interno Bruto (PIB) tenha voltado a crescer em 2017, essa recuperação ainda é lenta.
Publicidade
Publicidade