Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Cooperativas sul-mato-grossenses são destaque em premiação nacional

Prêmio SomosCoop reconheceu as melhores iniciativas de cooperativas do Brasil

 A cada dois anos, um seleto grupo de cooperativas recebe do Sistema OCB o título de “Melhores do Ano” – um reconhecimento à criatividade, à visão e aos resultados obtidos por elas ao longo do biênio. O Prêmio SomosCoop Melhores do Ano é uma forma de destacar as boas práticas de cooperativas que tenham proporcionado benefícios aos seus cooperados e à comunidade.

Nesta terça-feira, dia 24 de novembro, ocorreu a cerimônia de premiação, realizada de forma digital.  “O cooperativismo já faz muita coisa boa – pelas pessoas, pelo nosso Brasil – e pode fazer ainda muito mais, afinal, ele une negócio com propósito! Propósito de fazer bem feito e não só para alguns, mas para muitos. Quando você decide ser um cooperado, você decide empreender junto com outras pessoas. Você escolhe fazer parte de um movimento que tem como princípio o compartilhar… compartilhar objetivos, desafios, conquistas. No cooperativismo, a gente realmente cresce e ganha força juntos!”, destacou o presidente do Sistema OCB, Márcio Lopes de Freitas.

Eram seis categorias e nesta edição eram 595 cases inscritos de 22 estados. Mato Grosso do Sul teve duas cooperativas, entre as 18 reconhecidas.

A Sicredi Centro-Sul MS ficou em 3º lugar na categoria Cooperativas Cidadã, do Prêmio Somoscoop, com o projeto Unidade Móvel Hospital de Amor, que é um caminhão adaptado composto por uma recepção, um mamógrafo digital de última geração e uma sala de coleta de exame de Papanicolau, para realização de exames de rastreamento do câncer de mama e do câncer de colo do útero. A unidade atende as mulheres de 38 municípios de toda a região centro e sul do Mato Grosso do Sul, com a realização de exames gratuitos.

E a Sicredi União MS/TO e Oeste da Bahia ficou em 2º lugar categoria Cooperjovem, do Prêmio Somoscoop, com o projeto “Inclusão Radical”, que é executado na Escola Municipal Professor Fauze Scaff Gattass Filho em Campo Grande. O projeto é para que crianças com deficiência tenham acesso aos esportes radicais e pertence ao programa Cooperjovem que já foi premiado em 2018, com o projeto “Hortas Comunitárias”.

Ambos os presidentes participaram da cerimônia. “É uma honra fazer parte desse seleto grupo de cooperativas, ainda mais com um projeto que traz saúde à população. Nossa carreta já salvou diversas vidas, pois o diagnóstico precoce do câncer, salva vidas, destacou o presidente da Sicredi Centro Sul MS, Sadi Masiero.

Celso Régis, presidente da Sicredi União MS/TO e Oeste da Bahia, também reforçou que ações como estas fazem parte do DNA do cooperativismo. “É muito gratificante ver crianças com deficiência praticando esportes radicais e realizando sonhos”.

Scroll Up