Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Paulo Corrêa é reeleito para mais dois anos à frente da Assembleia

O deputado estadual Paulo Corrêa (PSDB) foi reeleito para mais dois anos – os últimos dessa legislatura – na presidência da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul. A escolha ocorreu na manhã desta quinta-feira (10/12), durante sessão remota realizada pela Casa de Leis.
Além dele, também fazem parte da formatação os parlamentares Eduardo Rocha (MDB), Neno Razuk (PTB) e Eduardo Vaz (Republicanos), 1º, 2º e 3º vice-presidentes, além de Zé Teixeira (DEM), Herculano Borges (Solidariedade) e Pedro Kemp (PT), como 1º, 2º e 3º secretários da Casa.
O deputado estadual Capitão Contar (PSL) se apresentou como avulso para a primeira secretaria e conquistou o próprio voto apenas.
O processo de escolha da nova Mesa Diretora teve início pouco depois das 9h e duas opções foram dadas aos legisladores, a chapa completa, composta pelos membros vencedores e a concorrida por Contar.
Durante a votação, alguns deputados usaram a palavra para defender ideias e chegaram a se posicionar contra alguns membros eleitos para mais dois anos à frente da Assembleia.
Inscrito apenas para concorrer a primeira secretária, Capitão Contar defendeu a renovação para se abster de votar nos cargos inscritos do outro grupo.
Já Evander Vendramini (PP) criticou os deputados do G-10 – Neno Razuk, Herculano Borges e Antônio Vaz que, segundo ele, não colocaram os nomes à disposição para o debate dos integrantes.Como votaramOs parlamentares que optaram pela chapa completa foram Antônio Vaz (Republicanos), Barbosinha (DEM), Cabo Almi (PT), Eduardo Rocha (MDB), Felipe Orro (PSDB), Gerson Claro (PP), Herculano Borges (Solidariedade), Jamilson Name (sem partido), João Henrique (PL), Lídio Lopes (Patriota), Londres Machado (PSD), Lucas de Lima (Solidariedade), Mara Caseiro (PSDB), Marçal Filho (PSDB), Márcio Fernandes (MDB), Neno Razuk (PTB), Pedro Kemp (PT), Rinaldo Modesto (PSDB), Renato Câmara (MDB), Zé Teixeira (DEM) e Paulo Corrêa (PSDB).
Coronel Davi (sem partido) se posicionou favorável a quase todo o grupo, se abstendo da escolha do 1º secretário da Casa. O mesmo ocorreu com Evander Vedramini (PP), que se posicionou pela composição sem votar nos três nomes citados por ele.
Contar foi o único a votar nele mesmo como titular na 1ª secretaria.

A posse da nova Mesa Diretora está agendada para a manhã do dia 1º de janeiro, na Assembleia Legislativa.

Paulo Corrêa é reeleito para mais dois anos à frente da Assembleia 1
Scroll Up